segunda-feira, novembro 28, 2005

Palavras de estímulo

Sejam quais forem os desafios da vida
Que tenhas de enfrentar, lembra-te
Sempre de olhar para o alto da montanha,
Pois estarás assim olhando a grandeza.
Lembra-te disso e não deixes que
Qualquer problema, por insolúvel
Que pareça, te desencoraje, nem deixes
Que nada mais baixo que o alto
Da montanha te distraia. É este o único pensamento que gostaria de
deixar-te.
(Alfonso Ortiz)

Notas várias:
O poema que acabei de citar encontra-se nas páginas preliminares à obra "Cova de Lobo" de Fernando Chiotte. Este poema deu-me tanta força (num momento que bem precisava dela!), que não posso deixar de o citar aqui... permita-mo!
Ah! Aproveito para informar o Autor e Amigo que estou quase a acabar o "Fechar do Círculo", que já vou a meio da "Cova de Lobo" e que vou no princípio de "Soltam-se as amarras"... Eu avisei-o que era uma leitora sôfrega e indisciplinada, também não devia ter-me emprestado logo os três ao mesmo tempo... Além disso, estava já a ler desenfreadamente outros dois livros, ainda com meia dúzia de livros em cima da mesa de cabeceira com leitura começada e adiada para melhores noites, que os meus dias andam difíceis...
Mas o mês Dezembro avizinha-se com alguma s férias prometidas. Quem sabe, talvez consiga pôr a minha leitura em dia. Stress? Não! Foi sempre assim...
Ah!

1 comentário:

Jorge disse...

Não mereço tanto, talvez mesmo nada, mas de todo o modo aí vai um beijo de muita gratidão.