sexta-feira, março 24, 2006

Basílio falava a Luísa...





(À Rua de Buenos Aires)


E Basílio continuava: - Vendo tudo o que tenho lá fora, alugo aqui uma casinha em Lisboa, Em Buenos-Aires, talvez... Não te agrada? Dize... Ela calava-se; aquelas palavras, as promessas, a que a voz dele metálica e velada dava um vigor mais amoroso...

(O Primo Basílio)
...
Santa Isabel e Buenos Aires são revividos como bairros residenciais de destaque. Ter uma casa a Buenos Aires era aspiração chique com que Basílio hipocritamente acenava à Luísa. A Buenos Aires vivia a condessa de Ribamar, protectora do Padre Amaro, e o Godofredo Alves quando já próspero burguês e reconciliado marido.
...
A imagem de Lisboa recriada por Eça de Queirós, depurada pelo longo exílio do escritor na Inglaterra e na França, forma um todo coerente e personalizado, de forte evocação visual ou, para usarmos um termo já consagrado em urbanismo, de forte «imagibilidade».
Deriva da própria clareza da estrutura urbana da cidade e destaca a sua poderosa individualidade plástica, que a forte luz meridional acentua, propiciando uma leitura mais imediata e mais intensa dos seus símbolos.

(Imagens do Portugal Queirosiano / Campos Matos)



2 comentários:

Isabel José António disse...

Que belíssima ideia, esta a de percorrer Lisboa com Eça, ou será percorrer Eça por Lisboa?!

Parabéns!

Também adoro Lisboa e, se for ver o nosso blog, irá encontrar muitos "posts" sobre a Cidade Mulher, muitos deles com fotos que foram tiradas em locais semelhantes...

Eu também tive uma enorme paixão pelos livros do Eça, sobretudo na Universidade...

Mais uma vez parabéns!

Isabel

greentea disse...

andei por aqui uns quantos anos , trabalhava na zona , estudava na zona e muitas vezes subi até à Buenos Aires, a pé, Rua das Trinas acima a ver o Tejo cá em baixo. Talvez a Condessa protectora do Padre Amaro morasse no mesmo local para onde eu ia...