domingo, março 26, 2006

Deambulações de Eça...

(Vista do Castelo)
(Baixa)

Nos tempos recuados do Cenáculo, com Antero e Jaime Batalha Reis, eram deambulações intermináveis por Lisboa, amiúde até de madrugada, atravessando bairros como a Mouraria, Alfama até ao Castelo. Eça gostava de Lisboa como cenário urbano, ainda que a sua gente lhe merecesse críticas demolidoras. Di-lo-ia expressamente, repetidas vezes, na ficção e em cartas íntimas. Pela pena de Fradique Mendes, deste modo: «Lisboa só lhe agradava - como paisagem!»

5 comentários:

Beau Geste disse...

Eu estava passeando entre milhões de blogs e encontrei o teu.
Gostei do que li. Lindas as fotos também.
Este comentario é só para dizer que estive aqui.
Saudações,
Beau

greentea disse...

Há alturas em q não dá mais para ficar calado, por isso Eça intervinha e não se calava, ao deambular por essa Lisboa, pelo país...

Para a T.

Há alturas em que já não dá mais para estarmos calados

assistimos à violencia a toda a hora na TV, na rua , no jornal, no vizinho da porta ao lado
sabemos das atrocidades praticadas contra seres humanos, crianças, animais , bebés...´natureza...

É época de intervir cada vez mais, para podermos ainda viver neste planeta por mais algum tempo.

Também é bom brincar aos indios e aos cowboys que soubermos respeitar aquelas populações, se simultaneamente aprendermos os seus costumes ancestrais, a sua cultura. A violencia não controlada , o desrespeito pelos outros e pelos animais, pela natureza, transforma-se mais ytarde em agressividade não controlada, que é imperioso conter.

Brinquei muito a fazer "jantarinhos" de terra amassada, decorados com flores e "legumes" vários; amassei muito barro na praia do Baleal, que o havia, e faziamos concursos em conjunto.

Hoje os psicólogos dizem que isso é bom, na altura poucos o saberiam...

March 26, 2006 2:35 AM

onde são hoje as deambulações?....
bom passeio.

ângela disse...

É um regalo este teu blog... Obrigada!
P.S. É impressão minha ou as fotos têm um tratamento de cor? (mera curiosidade)

T. disse...

Obrigada pelo teu comentário!
Sim, grande parte das minhas fotografias de Lisboa têm um pequeno tratamento de cor.Mas apenas intensifico a cor original (é quase como se as casas acabassem de ter sido pintadas, mais nada!. Mas apenas essas. Mas há outras fotografias que publico sem lhes tocar. Se fores ver no outro blog a cor dos malmequeres - apesar do roxo intensissimo - a fotografia é natural, saiu assim da máquina.

TMara disse...

as tuas fotos de Lxº são um petisco visual.
Bjs e ;)