terça-feira, março 21, 2006

E como costumava Eça passar o seu tempo em Lisboa?


(Imagem: Rua do Carmo)


(Rossio/Rua do Carmo)

Em 1866, vindo de Coimbra e com o canudo de bacharel, chegou à capital. Aqui, instalou-se em casa dos pais em pleno Rossio. Mas a experiência de vida em comum com a família não foi muito feliz. Também não chegavam clientes ao seu escritório de advogado. Foi na Gazeta de Portugal, onde começou a escrever uns contos, que conheceu aquele que se tornou o seu melhor amigo, Batalha Reis,em casa de quem começou a viver. Foi aí no Bairro Alto, em casa do seu amigo que decidiu que queria ser escritor.

Bom, e o que fazia Eça como qualquer comum mortal?

Em Agosto, no Rossio, parava para beber um fresco capilé, nos cafés e nas esplanadas onde se discutia política, a revolta dos boxers, mas sobretudo o atentado mortal contra o rei de Itália. Depois, subia o Chiado lentamente, parando de vez em quando para se abanar com o «palhinhas». Ia à redacção da Gazeta de Portugal, ali na Rua Larga de S. Roque...

E as coisas corriam, assim, no mundo...


1 comentário:

greentea disse...

espectacular este post - as fotos e os comentários associados, a documentar.
sorrisos de primavera nesta manhã cinzenta.
Um beijo