sexta-feira, março 31, 2006

Em Sintra...


«No vão do arco, como dentro de uma pesada moldura de pedra, brilhava, à luz rica da tarde, um quadro maravilhoso, de uma composição quase fantástica, como a ilustração de uma bela lenda de cavalaria e de amor. Era no primeiro plano o terreiro, deserto e verdejando, todo salpicado de botões amarelos; ao fundo, o renque cerrado de antigas árvores, com hera nos troncos, fazendo ao longo da grade uma muralha de folhagem reluzente; e emergindo abruptamente dessa copada linha de bosque assoalhado, subia no pleno resplendor do dia, destacando vigorosamente num relevo nítido sobre o fundo do céu azul-claro, o cume airoso da serra, toda cor de violeta-escura...»

(Os Maias)

(Foto de J. Magalhães Silva)

Aproximamo-nos da serra da Greentea...

7 comentários:

joaquim disse...

Nunca imaginei que a minha fotografia fosse tão coincidente com a descrição do Eça. Senti um arrepio com tamanha semelhança. Apetecia-me ir lá, agora mesmo, e depois passear pela Baixa de Lisboa e subir até ao Castelo e parar no miradouro de Nossa Senhora do Monte a apreciar as luzes da cidade .

T. disse...

Essa facilidade não é para todos!
:)

T. disse...

Mas vindo uma vez, nunca mais esquece!
:)

greentea disse...

Muito bom dia , por aqui!!!

e apresentar os meus agradecimentos pela surpresa. Ontem à noite fui ouvir música ao Olga Cadaval , em... SINTRA.
Mário Laginha tocou e deliciou o auditório !!! e Sintra aqui tão perto e às vezes não aproveitamos estas pequenas maravilhas para a alma...
Com alma, soltei também SETE AIS...


hoje , pela manhã!

Beijos.

hfm disse...

Cada vez gosto mais desta viagem que aqui venho percorrer.

Antonio Stein disse...

Sintra, a praia das maças, enfim...

Que saudades!
Tenho de ir aí urgentemente contigo.

Beijo

ROADRUNNER disse...

Sintra é magnífica..., mas não tanto como Lisboa! Parabéns pelo blog e por dares a conhecer a nossa bela cidade, seguramente das mais belas do mundo. Vou tomar a liberdade de criar um link no meu blog.