terça-feira, abril 04, 2006



... Montava - e de luva preta, a perna bem colada à sela, um botãozinho de camélia no peito, ia caracolando, em ócio e luxo, até ao largo do Loreto. Outras vezes deixava a égua no Arco da Bandeira, e gozava uma manhã regalada no bilhar da Montanha.

(A Relíquia)

5 comentários:

estrela do mar disse...

Obrigada!!!
És sempre bem vindos do meu blog!
Vou linkar te, não te importas :)?
Tens fotografias muito bonitas! Um dia vou "roubar-lhes" :P!
Obrigada mais uma vez!
Beijinhos

T. disse...

Fico muito confortável com o teu link!
bjinhos
:)

joaquim disse...

A Relíquia é um dos meus preferidos do Eça. Já agora, também adoro o Mandarim , para quando uma transcrição ilustrada dele?

greentea disse...

hoje tb tenho RELIQUIAS...

Bom dia.

E já descobri trechos sobre o Campo Santana... já lá vamos, que o passeio hoje fica para outras bandas. Tem um bom dia!

greentea disse...

Este auditório não nos dá fôlego...

Não sei se cá tenho o Mandarim.
Talvez só Monges do Tibete...ou do Reino do Butão
bjs