domingo, abril 02, 2006

A casa de Eça

(Praça do Rossio, Café Nicola)

No verão de 1866, com o diploma de bacharel debaixo do braço, Eça chegava a Lisboa. Pela primeira vez, ia viver com os pais e com os irmãos.
A famíla habitava então um prédio situado em pleno Rossio, a praça mais importante da capital. Do 4º andar, no nº 26 ( o prédio, onde se situa actualmente o Café Nicola), viam-se defronte, as belas colinas que levavam ao castelo e, de baixo, vinha o rumor do bulício da cidade.



(O Castelo de S. Jorge, vista da Praça do Rossio)

2 comentários:

greentea disse...

Há que tempos que não entro no Nicola - dantes era tão bonito...
E a Brasileira ?
Durante uns anos fazia o Chiado todos os dias a pé, para baixo e para cima . Tinhamos aulas de manhã cedo , às 11 h estávamos despachados e iamos sempre mas sempre prá conversa na Brasileira, depois iamos à Bertrand dar uma volta e só então cada um ia para as suas casas...
Ontem alguém falava nos jogos de olhares que havia nos foyers dos cinemas antigos... era assim tb na Brasileira, com os seus espelhos a cobrir as paredes, as mesas antigas, enfileiradas, juntas
muitos estudantes, muita gente das artes, escritores, poetas

Era lindo, todos nos conheciamos.
Beijinhos para ti.
Eu sabia que tu gostavas da Gingko, só não me lembrei de ir buscar as tuas fotos!...

hfm disse...

Continuo encantada com este teu passeio queirosiano.