terça-feira, junho 06, 2006



(Rua de S. Bento)

... um dia no começo do Verão, descendo pela Rua de S. Bento, com os olhos levantados, a procurar o nº 214, onde se catalogava a livraria do Morgado de Azemel, quem avisto eu à varanda duma cas nova e de esquina? A divina Elisa, metendo folhas de alface na gaiola de um canário!

(Contos, José Matias)





(de S. Bento ao Príncipe Real)

1 comentário:

FOTOESCRITA disse...

Cá está ele novamente à volta do número 200... É recorrente.