sábado, agosto 26, 2006

Artspotter na «Aldeia Global»




Artspotter é um blogue de Aalst, Bélgica. Visitou 'Por-um-Fio', seguindo alguns dos seus percursos queirosianos, apesar de não saber português. Na altura, era «Os Maias» a obra mais representada com fotografias e textos. Ao fim de algum tempo, e de muitas dificuldades linguísticas, algumas resolvidas com a ajuda de dicionários e de perguntas que me ia fazendo por email, Gustaaf conseguiu perceber a história. Adiantou ainda que no seu país havia uma história muito parecida de um autor também ele consagrado.

No meio de alguns percursos queirosianos dedicou a 'Por-um-Fio' uma fotografia a que chamou 'Fin de Siècle'.

Bom, passado algum tempo, Gustaaf estava a comprar «Os Maias» traduzidos para holandês, e estava rendido ao talento de Eça de Queirós. Mandou-me umas fotografias, onde ele exibe o seu exemplar de «Os Maias», que aqui reproduzo como curiosidade.

O que aqui narro não tem nada de extraordinário. Ou talvez tenha nos tempos que correm. Todos nós somos, uma ou outra vez, visitados por outros blogs estrangeiros, que, assim como aparecem, desaparecem. Não deixam rasto. Ora Artspotter interessou-se por um aspecto da cultura de um país que lhe era estranho, a língua não constituiu barreira, pelo contrário, é um desafio que ele aceita de vez em quando. Já o temos aí a emparceirar connosco no jogo «Fotodicionário», demonstrando que a nossa «aldeia é mesmo global».





Gustaaf é um fã de Lisboa, esteve cá há alguns anos, e dedicou-lhe uma fotografia curiosa (a primeira pedra levou-a de Lisboa).
Os seus blogues são exclusivamente de fotografia e o seu lema é ... "A picture a day keeps the doctor away"... or was it "an apple..."?

14 comentários:

Choninha disse...

"A post a day keeps the doctor away", já o escrevi no meu "Manuel" há algum tempo e uma maçazita também ajuda.

Bom dia T., um beijo.

FOTOESCRITA disse...

Fabulosa a abertura deste homem! Gostei muito do teu post, por nos dares a conhecer a universalidade da mente humana.

DIAFRAGMA disse...

E, para além de tudo isso, é um artista.
A fotografia dele para a "Espera" do Fotodicionário está absolutamente sensacional.

T. disse...

Para Diafragma:
Céus! Mas estás a assustar-nos! Não sei se devo mandar a minha...

Teresa David disse...

o que é triste é ver tantas portugueses que nem sabem que Eça existiu, e alguém de fora a promovê-lo. Mas não quero ser amarga, pois sei que este País culturalmente dificilmente sairá do pântano. Resta-nos as pessoas carolas que continuam a porfiar na divulgação da nossa cultura que contem grandes autores.
Bjs
TD

Choninha disse...

T. desafio-te: um jantaralho amanhã, vale? O meu último dia disponivel antes das férias, propriamente... Se tiveres disponibilidade... Com os meus melhores amigos e risos e outros. Mando-te mail (ai, q preguiça!)

Leticia Gabian disse...

Que incrível mesmo! A aldeia é global total!!!!
Abraço.

bettips disse...

Um acontecimento belíssimo e pouco vulgar. Donde "isto" é tão importante, esta partilha de ideais. Neste caso, um livro e a divulgação da nossa cultura, com Eça já tão ...global, para o tempo.
O que vai ficando por aqui, fotos, escritas, é ...priceless! Parabéns Abç

ROADRUNNER disse...

É fantástica esta aldeia global em que nos tornámos e que permite que histórias como a que contas sejam reais e possíveis. Entretanto, ganhou-se mais um adepto de Eça além fronteiras e quiçá mais um promotor das nossas mais valias. Saudações!

artspotter disse...

Of course I don't understand all the details of your comments in Portuguese. But I'm very happy to be a part of this "Aldeia global" with Portuguese roots. I will also try to bring you some "Flemish culture " (art, literature,...) in the near future.
Un bom dia para todos...

dulce disse...

"It's an apple ... " :-) mas neste caso o q é mesmo importante são os laços que se criam mesmo aqui neste mundo tão imenso que frequentamos : a blogosfera. Pode ser tão fria e distante, e pode igualmente oferecer muitas surpresas boas. Esta permanência deste teu amigo e fotógrafo é prova de que este mundo dos 3 www's pode ser veículo de aproximação e motor de amizades.
Beijos para ti

greentea disse...

interessante, t
mas há casos assim. como o blog nos aproxima - tu e eu, tu e ele , eu e tantos outros e tantos mais...
encontrei o jogo das etiquetas no blog da Azoriana - aí sim estava o jogo completo; com o andar da carruagem foi-se adulterando; por mim não o percebi na totalidade e senti mesmo um certo vazio, mas está feito !

Minda disse...

Obrigada pela visita ao meu cantinho e pela oportunidade de conhecer este maravilhoso blog. Parabéns. Quanto à história do nosso Eça (que adoro e cuja obra já li de fio a pavio - só os Maias foram três vezes) e do Gustaaf (um parceiro do Fotodicionário e um espiríto aberto e ousado como há poucos) só posso dizer que é por coisas destas que eu gosto tanto de "blogar"...

merdinhas disse...

Vou ver...link a link.