quarta-feira, agosto 02, 2006


(Largo de Stº António/cruzamento com a Rua dos Douradores)


Há sossegos do campo na cidade. Há momentos, sobretudo nos meios-dias de estio, em que, nesta Lisboa luminosa, o campo, como um vento, nos invade. E aqui mesmo, na Rua dos Douradores, temos o bom sono.

Que bom à alma ver calar, sob um sol alto quieto, estas carroças com palha, estes caixotes por fazer, estes transeuntes lentos, de aldeia transferida! Eu mesmo, olhando-os da janela do escritório, onde estou só, me transmuto: estou numa vila quieta da província, estagno numa aldeia incógnita, e porque me sinto outro sou feliz.

(Livro do Desassossego: Composto por Bernardo Soares, ajudante de guarda-livros na cidade de Lisboa / Fernando Pessoa)

8 comentários:

dulce disse...

Tb adoro este livro e as ligações q fazes com as fotos são perfeitas.
Beijos.

Leticia Gabian disse...

Ai, Pessoa!
Quantas vezes, por me sentir outra, fui feliz!

Abração pra você.

Zeca disse...

Como é linda a nossa cidade.
Quem dera que fosse sempre assim.
Parabéns pelo teu espaço.
Fica bem

greentea disse...

este texto tinha-o seleccionado há vários dias, logo no inicio e achei------------------que era importante, actual apesar de ser de 1930
O João Soares do Bioterra contactou-me por causa do slide que tem no blog dele; também um blog de Caracas que pediu a publicação de um texto e aproveitei apesar de não ter fotos para ele mas achei que o slide fazia a ligação.
Gosto de ver os comments por vezes das mesmas pessoas no teu e no meu espaço....
Um abraço

greentea disse...

para a t.

"Blog de intervenção no mais correcto dos sentidos! Dir-se-ia que «tu es vraiement engagée à des causes...»"

verdadeiramente, t
acho que os blogs são engraçados, é uma forma diferente de nos expressarmos, de contactarmos, mas não moro em Sintra para ver passar os comboios ou o transito da IC19...
todos estes concelhos vão ser atravessados por linhas de muito alta tensão, prejudiciais a toda a gente - os cabos aéreos são responsáveis por muitas dores de cabeça, enxaquecas, leucemias e cancro, insónias , depressão, não falando nas alterações em animais e plantas.
POr isso não é demais falar no assunto e assinar apetição para q pelo menos seja feita a instalação subterranea

por tudo isso , sou vraiment engagée...

August 03, 2006 12:59 AM

deixei este comment no meu blog para ti, pois só agora vi o q escreveste no outro post.
Lamento que a tua ausencia seja pelos motivos q indicaste. O teu irmão não tem aparecido, embora ele seja incerto, mas creio q está de férias. Espero que já esteja tudo melhor.Beijinhos para ti.

greentea disse...

ainda eu...

deixei um desafio - mais outro - lá no meu blog.

um beijo, Fica bem

greentea disse...

vim aqui saber de ti.
um beijo

Poemas e Cotidiano disse...

Que bonito!
Texto e foto. A gente se transporta para o lugar.
Abracos
MARY