quinta-feira, dezembro 21, 2006

A alma que sente e pensa...



(Rua da Prata)


«Amanhã também eu me sumirei da Rua da Prata, da Rua dos Douradores, da Rua dos Fanqueiros. Amanhã também eu - a alma que sente pensa, o universo que sou para mim - sim, amanhã eu também serei o que deixou de passar nestas ruas, o que outros vagamente evocarão com um «o que será dele?». E tudo quanto faço, tudo quanto sinto, tudo quanto vivo, não será mais que um transeunte a menos na quotidianidade das ruas de uma cidade qualquer.»


(Fragmento do Livro do Desassossego / Fernando Pessoa)

3 comentários:

greentea disse...

que nos encontremos então sossegadamente, fora do bulicio da Rua da Prata e da Rua dos Douradores, numa outra calmaria , plena de SOL

Um beijo para ti

ROADRUNNER disse...

Esta alminha vem desejar um Feliz Natal com muita saúde e paz!
Saudações!

aldina disse...

FESTAS FELIZES!

"A luta para manter a paz é infinitamente mais difícil que qualquer operação militar."
(Anne O'Hare McCormick)


Até sempre :-)