sexta-feira, janeiro 12, 2007

O Porto de Pessoa




(Livraria Lello, Porto)


Ah, pois! Encontrámo-nos num passado muito recente na Lello, no Porto! Eu tirava as minhas fotografias e ele «desassossegado» pela Livraria... À procura da última edição do seu «Livro do Desasssossego»?

2 comentários:

Zéfiro disse...

E ele disse, pela voz de Álvaro de Campos:
"(...)
E falta sempre uma coisa, um copo, uma brisa, uma frase,
E a vida dói quanto mais se goza e quanto mais se inventa.
(...)

E acrescentou, enquanto sorrias:
...Daí o meu desassossego. :)

FOTOESCRITA disse...

Uma graça este post!