sábado, dezembro 22, 2007

Ponte


"Por falarmos de pontes, já agora a ponte sobre o Tejo, que me perseguiu desde a infância, minha e da raça: Quantas vezes eu e o Carvalho, que tem umas ideias bem boas sobre Urbanismo, nos fomos sentar nas muralhas do Terreiro do Paço ou no Cais do Sodré, a ver crescer a Ponte-do-Sonho, do Alto de Santa Catarina a Almada, ou de Monsanto a Porto Brandão, enquanto respirávamos a maresia e as fragatas deslizavam no Tejo com um dormente vagar mourisco ou quinhentista. [...] Felizmente ela já ali está, a reforçar o porque-me-orgulho-de-ser-português."

(Da Mania das Grandezas in As Harmonias do Canelão")

2 comentários:

Aldina Duarte disse...

Festas Felizes
Assim na Terra
Como no Coração!

Até sempre!

Anónimo disse...

inda um dia gostava de saber como se "vê" assim o assim de todos os nossos dias...


Teresa...tu fotografas de um modo que me deixa....CALADA!!!!



beijo.





.piano.